segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

direito à identidade católica

Nossa família é uma das fiéis leitoras anuais do Livro da Família, da Editora Padre Réus. Porém este ano há lá uma pequena observação, em si o significado da palavra. Pois diz que a saudação NAMASTÊ usada pelos indianos significa muita coisa boa, profunda. Completa com "O DEUS QUE HABITA EM MIM SAÚDA O DEUS QUE HABITA EM VOCÊ". Apresentado assim nós poderíamos usar também esta saudação?
Acho que não. Convivi com uma colega de serviço que é adepta desta mescla de filosofia e religião,  que faz oração ao sol, muitos estudos e retiros, e queria catequizar todos, dizendo que a Igreja Católica mudou a interpretação da Bíblia. 
Enfim, para eles, o deus que habita em mim saúda o outro deus que habita em você.
Nós, porém, dizemos: o mesmo Deus que habita em mim também habita em você. Somos outro Cristo, somos morada da Santíssima Trindade.

Gostaria que opinassem, pois pretendo escrever para o Livro/Revista, aliás há 3 promoções anuais lá que encerram em março ou abril (respostas sobre o LF, apreciações sobre o  LF, e a charada enigmática). Já ganhei prêmio 2 vezes (caixa de livros).

Nenhum comentário:

Postar um comentário